Início » Estética » Unha encravada, o que fazer?
Estética Saúde Unhas

Unha encravada, o que fazer?

Toda vez que as unhas não se desenvolvem de forma correta, com a extremidade lateral crescendo em direção à pele, isso causa feridas e inflamações, a inconveniente unha encravada. As unhas têm crescimento na direção vertical em relação aos dedos e não deve roçar ou empurrar a pele ao redor. Quando isso acontece, é preciso ter cuidados para que o dedo não infeccione.

unha-encravada-1

Quais são as causas?

Alguns fatores contribuem para que as unhas fiquem encravadas, tais como: uso de sapatos apertados, cortar as unhas de forma errada, cortar em excesso, variações anatômicas da unha, lesões e infecções por fungos. Geralmente, as unhas encravadas acontecem no dedão do pé.

Para perceber se sua unha está encravada observe se sente dor e se o canto do dedo está avermelhado e inchado. O que acontece quando as unhas encravam é que, conforme crescem, a pele ao redor se expande e cobre o canto da unha que está ferindo.Se não for tratada adequadamente, a ferida pode agravar, gerar pus e infeccionar.

Esse infográfico retirado do site G1 explica as causas das unhas encravadas e calos nos pés

unha-encravada-2

 

Minha unha está encravada, e agora?

O tratamento depende da gravidade da lesão. Para que seja um processo sem dor, é recomendável que se faça antes que esteja inflamada. Nos casos mais severos, a dor costuma ser intensa e dificulta a manipulação da região.

Se sua lesão está no início, é possível reverter o quadro usando uma pinça ou fio dental para levantar a parte lateral da unha, retirando-a debaixo da pele. Depois de fazer isso, use uma bolinha de algodão ou gaze para colocar por baixo do canto da unha e fazê-la crescer na direção certa. É necessário trocar o algodão regularmente, limpar e observar o crescimento da unha durante o processo, que dura em média 2 semanas.

unha-encravada-3

 

Se a sua unha encravada já está num estágio mais avançado, pode-se fazer o procedimento em um consultório médico com anestesia local. Em casos de infecção ou fatores de risco para complicações, é possível remover a parte lateral da unha que está encravada cirurgicamente. Se a unha encrava frequentemente, o tratamento cirúrgico pode ser mais abrangente, removendo toda a parte lateral da unha, de forma a obrigá-la a crescer verticalmente, sem encostar na pele ao lado.

Existem casos de unha encravada tão graves que é preciso fazer uma destruição química da unha, por laser ou cauterização, para impedi-la de crescer novamente. Não espere chegar a esse ponto para resolver o problema.

 

Como prevenir?

Use sempre sapatos confortáveis. Sapatos apertados causam também bolhas, calos e feridas, além de unhas encravadas. Se a sua unha já estiver encravada, nem pense em usar calçados fechados até que o problema esteja resolvido.

Ao cortar as unhas, deixe os pés de molho em água morna antes, para amolecer e use um cortador limpo e afiado. Faça um corte reto, não arredonde nas laterais e nem corte demais.

Cuide bem dos seus pés, é através deles que você chega onde quer.

unha-encravada-4

About the author

Hanna Gonçalves

Falo tudo pertinente ao gosto da mulher. As últimas da moda, aquele bafão que está todo mundo comentando ou também artigos úteis para toda mulher! Sinta-se em casa pois aqui o espaço é seu :).

1 Comment

Click here to post a comment