Início » Saúde » Período Fértil, absolutamente tudo o que você precisa saber.
Saúde

Período Fértil, absolutamente tudo o que você precisa saber.

Antes de começar a falar sobre o período fértil feminino, é preciso entender como funciona o sistema reprodutor feminino. Ele, diferente do sistema reprodutor masculino, é projetado para dentro. No homem tem-se os testículos, na mulher tem-se o ovário, que são as gônadas femininas. É formado também pela vagina (mucosa que recebe o pênis nas relações e o bebê na gravidez) e glândulas de Bartholin contendo duas, uma de cada lado, que produzem o muco lubrificante para a vagina. A vagina está ligada ao colo (parte de baixo) do útero, o útero, e as trompas de falópio que ligam-se ao ovário. Esses são os órgãos mais importantes do sistema reprodutor feminino.

Menstruação-003

A ovulação acontece quando, em alguma parte do ovário, num local chamado folículo de Graaf, completa a maturação liberando um ovócito que é o gameta feminino. Ele é liberado e recolhido pelas tubas uterinas que dentro tem células ciliadas que, com a locomoção, vai movendo o óvulo para o útero e lá ocorre a fecundação se há o espermatozóide (espermatozóide pode se encontrar com o óvulo nas próprias trompas).

Estudos indicam que a mulher faz cerca de 0,29 vezes sexo por dia hoje em dia, mas se contando nos dias férteis que são seis, aumenta para 0,34. Foi feito uma contagem dos dias que houve sexo nos estudados e uma média para se chegar a esse cálculo. Isso acontece porque há uma força biológica onde, na mulher, aumenta o desejo sexual e o poder de sedução durante a ovulação naturalmente. Nosso comportamento é semelhante ao de outros mamíferos. Os cientistas fazem muitos testes e observações em mamíferos não humanos, mas não achavam que o nosso comportamento fosse tão semelhante. Mulheres ficam gostando mais de sexo nos dias de ovulação, naturalmente.

Menstruação e período fértil para engravidar

A primeira coisa a observar para saber quando a mulher ovula é a menstruação. A menstruação é a queda da mucosa formada na parede interna do útero para receber o feto chamada endométrio. Quando ocorreu a ovulação e ele não foi fertilizado, com o útero já preparado, então ele “derrete” e cai em forma de menstruação e começa um novo ciclo. Daí já se pode começar a contar outro ciclo. A contagem deve ser atenta, deve-se levar em conta as menstruações anteriores, de quantos dias levaram o ciclo menstrual da mulher para se ter uma base de quantos dias vai levar para que a próxima ovulação possa ser calculada. Muitas mulheres levam 26 dias com um ciclo menstrual, outras podem levar até 31, nos casos normais. Menos que isso ou mais que isso não é comum e é bom que a mulher procure um ginecologista. Menstruações irregulares podem acontecer também em mulheres novas (menarca), assim que começam a menstruar na puberdade ou mulheres mais maduras, quando entram na menopausa – última menstruação. Como grande parte dela tem o ciclo com 28 dias, então podemos usar de exemplo uma mulher com o ciclo de 28 dias. Com um ciclo menstrual de 28 dias, isso quer dizer que a ovulação pode acontecer com 14 dias imediatamente depois da menstruação. Isso quer dizer que o período fértil vai compreender entre 1 dia depois da metade (15) e 4 dias antes da metade (10). Por exemplo, a mulher menstruou no dia 31 então ela vai ovular no dia 14 e o período fértil vai compreender entre 15 e 10. Fazer sexo entre esses dias ou um pouco antes, ou começar a fazer sexo a partir desses dias aumentam as chances de gravidez. Essa é uma forma simples de calcular o período fértil.

As mulheres procuram este tipo de informações para saber qual o melhor dia para engravidar, seja querendo ter um filho ou querendo evitar. Como no caso do exemplo, a relação sexual vai ter que acontecer no período fértil da mulher, pois o espermatozóide consegue ficar por 5 a 7 dias no organismo da mulher esperando o óvulo. Mesmo assim não é garantia de que se a mulher fizer relações sexuais com o homem assim que menstruar (organismo descartar o óvulo junto com as membrana do endométrio), como o espermatozóide pode ficar no organismo por ainda uns dias, pode encontrar o próximo óvulo e fecundá-lo. Não se deve confiar nisso para quem não quer engravidar, para isso tem outras alternativas como o anticoncepcional e em casos de emergência, a pílula do dia seguinte.

Período fértil no homem

O homem também possui, não um período fértil, mas uma forma de fertilizar mais rápido. O período fertil do homem dura a vida toda, e até há casos de homens com mais de 60 anos que conseguiram engravidar uma mulher. A dica para que ele consiga engravidar uma mulher mais rápido é não demorar para fazer sexo. Geralmente o homem que faz sexo quase que diariamente, passa muitos dias sem ejacular, a ejaculação sai diferente e mais espessa, podendo até sair mais coagulada. Para que ela saia mais lisa e com o sêmem com mais qualidade é necessário estar em um período em que ele transe pelo menos 3 vezes por semana, assim ela sai com mais qualidade para que o espermatozóide consiga sobreviver na vagina até a chegada do óvulo.

Anticooncepcional

O anticoncepcional é um medicamento que visa inibir a fertilização. Ele foi descoberto por acaso, justamente em estudos que procuravam a causa da infertilidade feminina. Hoje em dia as adolescentes estão iniciando as atividades sexuais cada vez mais cedo e há médicos que chegaram a atender casos até de uma gravidez de gêmeos aos 11 anos de idade. É perigoso o uso do anticoncepcional por pessoas hipertensas, fumantes, e que tem diabetes, principalmente se essas mulheres estão já chegando na menopausa. Existe também casos de mulheres que param de menstruar quando começam a tomar a pílula e isso deve ser acompanhado pelo médico.

O Anciconcepcional possibilitou uma revolução no mundo nos últimos 50 anos. As mulheres tendo uma maior oportunidade na vida e igualdade entre os gêneros, podendo inibir o acontecimento da gravidez levando uma vida sexual normal.

Pilula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte é um medicmanto que contém uma alta carga de hormônio que visa impedir ou retardar a liberação do óvulo, impedindo a gravidez. Ela também age impedindo a formação do endométrio gravídico, a mucosa desenvolvida na parede do útero que é um ambiente pronto para receber o óvulo fecundado. Se não está pronto, tem menos chances de ocorrer a gravidez. A pílula é uma profilaxia para não acontecer a gravidez e deve ser tomada até 72 horas após a relação sexual desprotegida. Foi um grande avanço liberar o uso sem passar pelo médico podendo até adolescentes sem o acompanhamento dos pais irem no posto solicitar a um enfermeiro sem precisar de registros nem nada, a pílula para impedir a gravidez. Quanto mais rápido tomar mais chances tem de não acontecer a gravidez. Na farmácia pode ser comprada a R$ 20,00 sem receita. Não se pode utilizar a pílula com frequência pois pode ocorrer problemas no organismo. Ela só pode ser usada numa emergência. São 2 comprimidos que são tomados a cada 12 horas, mas para evitar se esquecer de tomar, pode tomar os dois ou comprar a cartela que vem só uma com uma carga maior de hormônios.

Gravidez

A fecundação geralmente ocorre nas trompas de falópio quando o óvulo está em direção ao útero, onde o espermatozóide está em direção ao óvulo. Esse nome também pode ser conhecido por concepção. Assim que ocorre a fecundação, o óvulo fecundado migra para o útero para se desenvolver, sendo nutrido pelo endométrio (mucosa mais espessa) e não há a menstruação quando a contece.O sangue que sai na menstruação é justamente essa camada no útero que vai nutrir o óvulo fecundado. O Espermatozóide ao encontrar o óvulo, atravessa sua membranda. Ele tem 23 cromossomos não pareados e vai combinar-se a outros 23 cromosomos não pareados do óvulo formando os 46 crmosossosmos que a células vão se desenvolver por multiplicação celular até chegar ao bebê, que vai sair pela vagina da mulher.

A mulher pode sentir uma dor ou desconforto quando há a fecundação, mas fique atenta que essa dor também aparece na ovulação, e pode ser confundido. Na ovulação ela sente o peritônio, mas na fecundação pode aparece um muco rosado na vagina fazendo assim um ser distinguido do outro.

Para as mulheres que desejam engravidar, necessário é levar uma vida longe da ansiedade. Tudo o que vamos falar agora é compovado cientificamente que interfere no ciclo menstrual e dificulda haver a fertilização. A Ansiedade é a primeira delas. Geralmente a mulher passa muito tempo procurando informações de como engravidar e fica se cobrando, acaba por mudar as rotinas biológicas e prejudicando a ovulação. É bom você tirar uns dias com seu marido para um lazer a dois. A Poluição também é um dos casos que prejudica a ferttilização, assim como os remédios. Como o ciclo menstrual depende de vários hormônios como progesterona, estrogênio e outros que ativam o funcionamento de partes do sistema reprodutivo, com a poluição vai aumentar a toxidade do corpo e interagir com esses hormônios prejudicando o período fértil da mulher. As drogas também podem ocasionar isso, como fumo, álcool e outras drogas ilícitas. Obesidade e Má-alimentação estão também ligados com a infertilidade feminina principalmente visto que quando a mulher engorda, ela fica com mais disfunções no organismo na ovulação. E por último, o menos importante, mas que deve ser levado em conta. Hoje em dia a mulher leva uma vida normal igual a do homem, trabalhando, com vida independente e acaba deixando os planos de engravidar para depois. Mas quando ela chega a 35 anos já fica difícil de engravidar, apesar de ainda não estar na menopausa.

Existe algumas ervas que ajudam a regular o período menstrual e melhorar a fertilidade da mulher

  • Gérmen de trigo
  • Raízes (Inhame, macaxeira, batata-doce)
  • Ginseng
  • Erva cidreira
  • Camomila
  • Cardo santo
  • Inhame selvagem

About the author

Hanna Gonçalves

Falo tudo pertinente ao gosto da mulher. As últimas da moda, aquele bafão que está todo mundo comentando ou também artigos úteis para toda mulher! Sinta-se em casa pois aqui o espaço é seu :).

Add Comment

Click here to post a comment