Início » Cuidar da pele » O que é Urticária? Quais os sintomas?
Cuidar da pele Saúde

O que é Urticária? Quais os sintomas?

Você já deve ter escutado várias vezes a expressão: “Uh! Só de pensar nisso eu já fico com urticária!”, não é mesmo? É algo bastante popular nas conversas, especialmente quando estamos nos referindo a algo que não gostamos. Mas você sabe o que é realmente a urticária?

Bom, se você não sabe, não precisa se preocupar. É hora de saber exatamente do que se trata. Veja o que preparamos para esclarecer suas dúvidas:

O que é urticária?

Urticária-002

A urticária é caracterizada pela formação de lesões na pele como placas avermelhadas que provocam coceira e sensação e queimação. Essas placas podem aparecer de repente em qualquer local do corpo, de forma isolada ou em grupo. Também podem desaparecer de maneira espontânea de um local e aparecer em outro, horas depois, o que caracteriza caráter migratório do problema.

O distúrbio é comum, sendo que estudos atestam que de 20% a 25% das pessoas já tiveram pelo menos uma manifestação de urticária durante a vida.

O que provoca a urticária?

Urticária-001

É relatado que a urticária aparece devido a reação alérgica a alguma substância, ocorrendo quando o corpo libera histamina, citocinas e outras substâncias na corrente sanguínea, o que podem provocar essa coceira, inchaço e sintomas característicos do problema.

Algumas das causas relativamente comuns são o consumo de determinados alimentos e/ou medicamentos, inseticidas, corantes e conservantes, picadas de insetos, tecido de roupas, exposição direta da pele a calor ou frio intenso, água quente ou fria e também exercícios físicos. Vale lembrar que fatores emocionais podem também desencadear ou prolongar o quadro de crises de urticária.

Em alguns episódios, a causa de uma crise pode permanecer indeterminada, porém isso não elimina a necessidade de ida ao médico para descobrir qual o agente desencadeante do problema ou quais podem ser aqueles com mais chance de desencadear novas crises.

Quais são os tipos de urticária?

De acordo com o tempo de duração da crise, ela pode ser classificada em aguda ou crônica. Veja as diferenças:

Urticária-003

Urticária aguda: Ela tem um quadro mais intenso, mas são de curta duração, podendo desaparecer e surgir em outros locais do corpo. Tem duração inferior a seis semanas. Há de se ter cuidado pois há um tipo de urticária aguda – o Edema de Quincke – que aparece de maneira muito intensa e requer cuidados imediatos já que o inchaço se manifesta na face e inclui lábios e pálpebra, podendo chegar a laringe e atrapalhar a respiração. No caso do inchaço de lábios, pálpebras e glote é preciso encaminhar o paciente até o serviço de emergência de saúde mais próximo pois há o risco de complicações e até mesmo risco de morte.

Urticária crônica: A crise não é tão intensa, mas tem duração superior a 6 semanas, o que faz com que o quadro seja considerado de longa duração. As lesões na pele tendem a ser pouco menores, podendo persistir de forma contínua ou desaparecer para surgir em outro local posteriormente.

Quais os sintomas da urticária?

Urticária-004

Os sintomas mais comuns da urticária são coceira intensa e ardor, além de inchaço na superfície da pele com o formato de vergões e cor da pele com bordas definidas. Essa urticária também pode crescer, se espalhar e unirem-se para formação de áreas maiores de pele.

Algumas complicações merecem atenção: falta de ar e dificuldade para falar e engolir, náuseas e vômitos não são comuns mas podem ocorrer. Caso aconteça o paciente deve ser levado imediatamente ao hospital.

Como tratar a urticária?

Urticária-005

Se foi possível identificar o que causou a reação alérgica que desencadeou as lesões, um dos principais fatores do tratamento será evitar o contato com o agente causador da urticária. Já para o tratamento dos sintomas, os anti-histamínicos via oral ajudam no alívio do desconforto. No que diz respeito aos casos mais graves – aqueles que possam causar problemas na respiração ou no ato de engolir – pode ser preciso utilizar remédios com corticóides presentes em sua formulação.

É importante lembrar que o uso de remédios locais provavelmente não apresentarão resultados efetivos no tratamento do problema, portanto a automedicação não é uma boa ideia.

Recomendações para lidar com a urticária:

Urticária-006

Se você ou alguém conhecido estiver tendo problemas com crises de urticária, há algumas dicas que podem ajudar. Veja:

  • Fique longe daquilo que desencadeia as crises: Se você já sabe o que pode provocar o problema ou desconfia, evite ao máximo o contato com este agente, principalmente se for um alimento, sendo que neste caso você deve evitar até mesmo consumí-lo em menores quantidades. Caso não consiga determinar a origem, procure ir a um especialista.
  • Evite banhos quentes: Se estiver passando por uma crise de urticária evite tomar banhos quentes, principalmente banhos de banheira.
  • Evite roupas apertadas: Durante ou após as crises de urticária também é importante evitar o uso de roupas justas ou apertadas já que, tanto os banhos quentes quanto o uso dessas roupas podem trazer o incômodo de volta.
  • Evite coçar a pele: Por mais difícil que seja, é preciso evitar coçar a pele durante as crises, especialmente nos locais onde se desenvolveram as lesões. Em vez disso, aplique compressas frias sobre as regiões afetadas.

Lembre-se:

Caso você ou alguém conhecido esteja passando por uma crise de urticária, especialmente com inchaço de pálpebras, face, lábios e da glote, vá imediatamente ao serviço de emergência mais próximo já que são casos potencialmente perigosos das crises. Não lance mão da automedicação, pois essa atitude pode até mesmo piorar o problema.

About the author

Emanuelle Najjar

1 Comment

Click here to post a comment