Início » Saúde » Icterícia, o que é, como tratar? Icterícia em recém-nascidos.
Saúde

Icterícia, o que é, como tratar? Icterícia em recém-nascidos.

240197/15

Saiba aqui como identificar a Icterícia, como ela surge e seus sintomas. Veja a seguir!

A Icterícia pode ser o sintoma de alguma doença que ocorre em adultos, mas é mais comum em crianças recém-nascidas, por esse motivo o artigo de hoje é tão importante, para que as mães saibam os sintomas e possam identificar nos primeiros dias de vida de seu bebê se ele está com Icterícia e prosseguirem com exames e tratamentos.

O que é a Icterícia?

A Icterícia não chega a ser uma doença, na verdade ela é uma disfunção e distúrbio que está acontecendo no organismo e o seu sintoma e característico indica que algo de errado, outra doença está atacando seu organismo ou algum órgão.

A Icterícia é como um alerta visível para que você perceba que algo não está funcionando bem no seu corpo.

É chamada de Icterícia uma cor amarelada que surge nos tecidos do corpo humano, podem apresentar cores amareladas nos olhos, mucosas da boca, braços, barriga, pescoço e pés, que é o estágio mais preocupante.

Causas e sintomas

A cor amarelada característica da Icterícia se dá pelo acúmulo e não excreção de um pigmento biliar conhecido como bilirrubina, esse acúmulo se dá por mau funcionamento de algum órgão no organismo que desencadeia esse sintoma.

A formação do pigmento biliar bilirrubina se dá pela morte de muitos glóbulos vermelhos no sangue, que podem ocorrer principalmente no fígado, baço e medula óssea. A excreção desse pigmento se dá normalmente através do intestino pelas fezes, mas se no processo entre a vesícula e o intestino houver alguma anormalidade a bilirrubina se acumula causando a Icterícia.

O sintoma da Icterícia pode ser um alerta para alguma doença que está afetando seu organismo, como:

  • Malária
  • Leptospirose
  • Anemia falciforme
  • Talassemia
  • Esferocitose hereditária
  • Hemoglobinúria paroxística noturna
  • Síndrome de Gilbert
  • Síndrome de Crigler-Najjar
  • Hepatitesvirais
  • Hepatite alcoólica
  • Cirrosehepática
  • Esteatose hepática aguda da gravidez
  • Cirrose biliar
  • Hepatite tóxico-medicamentosa
  • Sepse
  • Obstrução das vias biliares em decorrência da presença de cálculos
  • Câncer

A maior parte dos casos de Icterícia se da pelo mau funcionamento do fígado e problemas relacionados ao trato digestivo, porque no caminho que o pigmento percorre não está acontecendo a sua correta metabolização, deixando a bilirrubina se acumular e a cor amarelada se instalar.

Icterícia em recém-nascidos

O caso de bebês nascerem e apresentarem amarelamento no seu tom de é mais comum do que se pensa, cerca de 50% dos bebês que nascem prematuros apresentam sinais de Icterícia, é praticamente um aspecto normal e não significa nada grave ou preocupante, ao detectar esse sintoma, apenas leve o bebê ao médico e isso ficará em observação por alguns dias.

A Icterícia em recém-nascidos costuma acontecer em suas primeiras 24 horas de vida, ou entre o segundo e terceiro dia, o desaparecimento do sintoma também pode ser rápido e acontecer no quinto ou sétimo dia após o nascimento.

A Icterícia acontece nos bebês recém-nascidos porque eles apresentam uma maior quantidade de glóbulos vermelhos no sangue, como a atividade do fígado e intestino do bebê ainda não é muito intensa, a bilirrubina não é metabolizada e ocorre o seu acumula, causando manchas amareladas na pele do bebê.

O ideal é não deixar que os níveis desse pigmento aumentem, ao detectar que o seu recém-nascido apresenta icterícia o médico acompanhará o caso e se em alguns dias as manchas não forem diminuindo e só aumentando, um tratamento eficaz deverá ser iniciado para que o aumento da bilirrubina não cause danos neurológicos.

A Icterícia é ainda mais comum em bebês de origem asiática do que em bebês brancos ou negros.

Para identificar a Icterícia em bebês negros você deve verificar a cor da parte interna da mucosa do bebê e também as gengivas, se tiverem amareladas é um sinal.

Como é o tratamento?

Nos recém-nascidos, o pediatra irá pedir um exame de sangue para medir a quantidade de pigmento biliar que se apresenta no organismo do bebê e dependendo da quantidade apresentada os tratamentos serão diferentes.

Se for apresentado um nível maior, um dos tratamentos é chamado de fototerapia, onde o neném é colocado em um local com incidência forte de luz fluorescente para ajudar o organismo a metabolizar a bilirrubina e assim ela será excretada através do fígado.

Se o exame apresentar níveis muito baixos de Icterícia, o médico provavelmente prescreverá um tratamento simples e caseiro que é levar a criança para tomar banho de sol duas vezes ao dia, de manhã até às 10 horas e de tarde após as 16 horas.

Como identificar?

Para identificar casos de icterícia a melhor forma é se posicionar na luz do dia no sol não incidente ou luz branca, assim você conseguirá ver a olho nu a cor amarelada na pele ou na parte branca dos olhos, mucosa interna da boca, gengivas e palma da mão.

Para outras dúvidas e sugestões, deixe-nos comentários.