Início » Cuidar da pele » Espinha inflamada, o que fazer?
Cuidar da pele

Espinha inflamada, o que fazer?

espinhas

Espinhas, principalmente quando se está na chamada puberdade, fase da vida que fica exatamente entre o final da adolescência e início da fase adulta, são um problemão! Grande tormento na vida das pessoas, as espinhas nem sempre podem ser evitadas, mas quando elas ficam inflamadas, o problema é ainda maior!

Normalmente as espinhas surgem na adolescência, pois é justamente nesta fase que os hormônios tem um aumento significativo, estimulando a produção de sebo pelas glândulas sebáceas. Porém, há muitas pessoas que sofrem do problema mesmo após a fase adulta. E as espinhas interferem diretamente na autoestima, já que o visual de uma espinha não é nada agradável.

espinhas

A primeira dica para saber lidar com elas e evitar que elas se inflamem é não espremê-las. Espremer ou apertar espinhas podem deixar marcas na pele, que podem ser eternas, portanto bem mais desagradáveis que as mesmas. Cuidar da pele é sempre muito importante. Uma simples espinha, que seria com o tempo, por exemplo, pode se tornar uma cicatriz, uma mancha e se tornar um problema maior.

Artigos relacionados:

Se você perceber que possui uma espinha inflamada, aí é que você deve evitar, ainda mais o contato com ela. Espinhas inflamadas são inflamações dos folículos pilosos e glândulas sebáceas. As glândulas sebáceas estão localizadas dentro de cada folículo e assim as glândulas produzem o sebo, que é uma substância oleosa que lubrifica a pele. Quando o corpo acaba produzindo essa substância em demasia a tendência é que o folículo se encha de bactérias e acabe provocando a irritação.

Irritações e espinhas gravemente inflamadas devem ser cuidadas por um dermatologista, porém há algumas dicas caseiras para esse tratamento. Você deve, por exemplo, molhar um pedaço de algodão em água quente e deixar o algodão em cima da espinha por alguns minutos. Isso fará com que a espinha amoleça aos poucos e saia sem agredir a pele. Depois de deixar o algodão com água morna agir na espinha, você pode enrolar uma gaze nos dedos e tentar expelir a espinha delicadamente. É importante tentar espremer a espinha com 1 ou 2cm de distância, não exatamente no local onde ela se encontra. É importante lembrar que após você retirar a espinha inflamada deve lavar bem o rosto para evitar que fique resíduos de bactérias na pele que possam formar outra espinha!

About the author

Hanna Gonçalves

Falo tudo pertinente ao gosto da mulher. As últimas da moda, aquele bafão que está todo mundo comentando ou também artigos úteis para toda mulher! Sinta-se em casa pois aqui o espaço é seu :).

3 Comments

Click here to post a comment